Desenvolvimento

Estratégia de ação

Contando com o concurso  empenhado dos  atores internos no sentido da concretização deste desígnio, este projeto  elege como  principal estratégia de intervenção a formação de pais/encarregados de educação e de professores, enquanto responsáveis mais diretos no processo  educativo.  Através  do desenvolvimento e aprofundamento de temas/problemáticas,  sugeridos maioritariamente pelos destinatários, é dado um contributo para a construção de um espaço de reflexão regular em torno do complexo quotidiano escolar, na busca conjunta das respostas mais adequadas para os problemas e constrangimentos que o caracterizam.

É nossa convicção que, através da  clarificação, quer de uma linguagem profissional e relacional, quer de competências educativas, bem como da concertação de vontades e ações, este projeto pode ajudar a esbater diferenças e divergências entre pais/encarregados de educação, bem como entre estes e professores, numa postura de aceitação e valorização de diferentes perspetivas e da sua reconfiguração. Deste modo, contribuirá para o desenvolvimento de uma comunidade coaprendente e, consequentemente, verdadeiramente coeducativa, capaz de partilhar não só as responsabilidades, mas também a construção de soluções,  antecipando  um futuro que se deseja e necessita de maior equidade em termos de oportunidades educativas e, muito concretamente,  no que respeita à participação efetiva das famílias na vida e percurso escolar e educativo dos seus descendentes.

Implementação/Desenvolvimento

Depois de aprovado pelo Conselho Pedagógico e dada luz verde pela Direção do Agrupamento, o projeto foi apresentado, em primeira mão, ao conselho de diretores de turma, dada a sua  importância estratégica na articulação com os encarregados de educação. Foi solicitado que, no momento de eleição dos representantes dos pais, fosse dado a conhecer o projeto e fosse feita a sensibilização para a necessidade de ser eleito um encarregado de educação com perfil e disponibilidade para colaborar ativamente no projeto.

Num segundo momento, foi realizada uma reunião com todos os representantes dos pais. Com a presença de todos os elementos, a equipa fez a apresentação do projeto, nomeadamente no que respeita a objetivos e metodologia de ação. Aos representantes dos pais foi solicitada uma participação ativa em termos de mediação de informação para os seus representados, mas também e sobretudo, um papel empenhado no sentido da sensibilização, motivação e mobilização dos mesmos para a  inscrição e participação nas ações a realizar. Foram tomadas decisões sobre a periodicidade das sessões a realizar e, para além das temáticas apresentadas pela equipa, os representantes dos pais apresentaram outras. Foi, ainda, decidido o tema da primeira sessão, ficando acordado que em cada sessão seria tomada a decisão conjunta sobre o tema da sessão seguinte.

Assim, partindo da tipologia de ação definida – a formação – são realizadas sessões mensais, cada uma delas subordinada a uma temática, desenvolvida por  profissionais especialistas na matéria, a convidar pela equipa do projeto. Com alguma antecedência, toda a comunidade é informada do tema e da data da sessão seguinte através da página do agrupamento. Os pais/encarregados de educação são, ainda, convidados a participar através de uma ficha informativa e de inscrição, cujo envio e respetiva recolha é feito pelo diretor de turma do seu educando.